A opinião de ...

Voltei aos Diálogos do filósofo romano Séneca (é salutar revisitar alguns clássicos para verificarmos se evoluímos tanto quanto se afirma ou, porventura, se retrocedemos civilizacionalmente). Ao Diálogo “Da Vida Feliz”, de que lembro o seguinte excerto: «O supremo bem é uma força invencível do espírito, conhecedora por experiência, serena nas ações, dotada de grande humanidade, e preocupada com o que com ela [a força] convive…o homem feliz deveria ser cultor da honestidade e viver tranquilo com a virtude…».

Qui, 2024-06-06 16:51

O Jornal de Notícias publicava, na semana passada, uma notícia que devia encher de vergonha todos os governantes deste país, atuais e passados.
Titulava o JN que o Litoral tem sete vezes mais verbas do PRR do que o Interior.
A notícia, em si mesma, não deveria causar grande espanto, tendo em conta os constantes despautérios de que os habitantes do interior do país são vítima.
Mas, dizia ainda o JN, “o agravamento das assimetrias colide com objetivos da União Europeia. É nas obras grandes que se registam os maiores atrasos”, lia-se.

Qui, 2024-06-06 16:47

Bem-vindos ao primeiro episódio de "Curiofutebolisticas”, uma rubrica que agora trago e onde irei contar histórias curiosas e fascinantes do mundo do futebol.

Aqui, explorarei episódios marcantes, personagens controversas e eventos que ajudaram a moldar o desporto mais amado do mundo. A cada novo episódio, mergulharemos numa nova narrativa, onde abordarei as faces menos conhecidas do mundo do futebol.

Qui, 2024-06-06 15:38

A gratidão, nas tabuinhas pintadas e, nas figuras de cera
O Museu Abade de Baçal tem patente até ao dia 29 de setembro a exposição: ”Segundo uma promessa – Ex-votos na Diocese de Bragança-Miranda”. Muitas destas peças estão inventariadas no livro, já esgotado, do Cónego Belarmino Afonso: “Ex-votos e religiosidade popular no distrito de Bragança”, de 1995, outras são peças dadas a conhecer ao grande público pela primeira vez. A exposição combina ex-votos e escultura sacra, provenientes de várias igrejas da cidade e da diocese.

Qua, 2024-05-29 10:21

Aldeia da freguesia de Salsas, designava-se Ribeira de Lourenço na Carta de Foral recebida a 6 de fevereiro de 1299, no tempo de D. Dinis. Vila e sede concelho, era relevante em termos de comunicações viárias, sendo entreposto do correio real com estalagem para muda de cavalos. Foi extinta como concelho em 1836, passando a pertencer ao de Izeda e, a partir de 1855, com a extinção deste, ao de Bragança. Além da Igreja Matriz, em Vale de Nogueira existe o Santuário do Divino Senhor da Agonia, no lugar de Chãos, na estrada Nacional N.º 15, e a capela de Santa Ana, no “Bairro” de Fernand.

Qua, 2024-05-29 10:10

A Justiça é o principal pilar político, moral e ético do Estado. Falhando ela, falha o Estado, em termos de garantias de igualdade, de equidade, de proporcionalidade, de liberdade e de arbitragem de deveres, de direitos e de conflitos.

Qua, 2024-05-29 10:08

QUESTÃO:-“…nem todos os pensionistas têm a obrigatoriedade da entrega da declaração relativamente aos rendimentos recebidos ou colocados à disposição no ano de 2023 ….”

Qua, 2024-05-29 10:06

Li, ainda há pouco tempo, o excelente livro: “A Vida Quotidiana No Estado Novo”, que foi elaborado pela brilhante escritora Ana Sofia Ferreira, que adorei ler pois, sem planear, recordei a minha própria infância, as dificuldades da minha geração e a nossa viva quotidiana.

Qua, 2024-05-29 10:05

Ou o triplo!
Nenhum número, por maior que seja, pode causar-nos qualquer receio. Por muito que gritem, provoquem, protestem, resmunguem, rezinguem, reclamem, reivindiquem, desacatem, descomponham, invetivem, afrontem, provoquem, vituperem, ultrajem ou desfeiteiem… não podem sobrepor os seus bramidos à razão que nos assiste e, principalmente, nada do que digam ou façam logrará apagar, delir ou distorcer a memória!

Qua, 2024-05-29 10:04

O ano de 2024 tem sido particularmente trágico para os agricultores transmontanos, com cinco vítimas mortais em poucas semanas na sequência de acidentes com tratores agrícolas.
O martírio costuma ser mais intenso em anos de invernos longos e chuvosos, que deixam os terrenos mais instáveis e a necessidade de se fetuarem trabalhos agrícolas a tempo dos prazos legais de limpeza de terrenos, a tempo de sementeiras ou na altura em que os pomares precisam de ser lavrados para não comprometer o desenvolvimento das árvores devido à concorrência das ervas daninhas.

Qua, 2024-05-29 10:03

igura militar carismática e a mais controversa, omnipresente em todas as movimentações político-militares de 1974 e 1975.

Qui, 2024-05-23 11:31

(continuação)
A continuar tudo na mesma se, atempadamente, nada for feito para travar a nossa tendência atávica do “deixar andar e deixar correr, que depois logo se verá” e de resolver tudo em função dos interesses imediatos, individuais ou de grupo, os atuais problemas gerados pela migração massiva de milhões de pessoas a nível global, continuarão a crescer exponencialmente, correndo o risco de ficar fora de qualquer controlo.

Qui, 2024-05-23 11:17

Estamos a iniciar um novo ciclo político depois de 8 anos com maiorias politicas e parlamentares à esquerda. 8 anos de confusões de desculpas e argumentos ideologicamente convenientes.
Entre 2015 e 2019 – 4 anos – a culpa de tudo o que estava mal era da troika de Passos Coelho e do governo anterior. Mas escondiam que quem tinha trazido essa «famigerada» troika tinha sido José Sócrates e o PS .
A maioria de esquerda – PS; PCP; BE; PAN e LIVRE- haviam sido derrotados por esse «tenebroso» Passos Coelho que havia vencido ou legislativas de 2015.

Qui, 2024-05-23 11:16

No passado mês de outubro de 2023. Sem crise declarada, o governador do PM António Costa, procedeu ao saneamento financeiro da CP (comboios portugueses) que tinha uma dívida histórica a rondar os 2 milhões de euros. Esta ação, é uma compensação pelas obrigações de “serviço Público” dos últimos 17 anos conforme estava previsto no Orçamento de Estado de 2023.
Deste modo o sexto polémico e então ministro João Galamba, anunciou em fins de outubro a vinda de 117 novos comboios, no valor de 819 milhões de euros.

Qui, 2024-05-23 11:09

Para fazer o balanço social da «República de Abril» ou «Terceira República Portuguesa», analisaremos as funções sociais do Estado. Começamos pela Economia.
A economia é a segunda função social mais importante em qualquer Estado, depois da Justiça. É ela que determina a riqueza de um Estado e a capacidade de intervenção deste, em qualquer domínio.
Portugal é um país periférico do sistema económico global e semi-periférico no contexto europeu (Stoer, 1986). Isto acarreta dificuldades e custos acrescidos no funcionamento da economia.

Qui, 2024-05-23 11:08

Aproximam-se as eleições para o Parlamento Europeu e apetece perguntar o que fazem e como vivem os jovens na Europa? E que se propõem fazer as centenas de candidatos por eles?
Muitos jovens, poderemos vê-los nas aulas das escolas e universidades, nos campos de jogos, com o seu grupo de amigos, na rua ou até em casa em frente a um computador.
Outros a desfrutar dos bens culturais e históricos muito significativos e de grande riqueza humanística como as bibliotecas, os museus, as igrejas e outros monumentos que existem em praticamente todas as cidades europeias.

Qui, 2024-05-23 11:08

Em cada canto do mundo, homens e mulheres constroem, dia após dia, os alicerces da nossa realidade. São os trabalhadores incansáveis, muitas vezes invisíveis, que garantem o funcionamento das nossas aldeias, vilas e cidades, bem como o bem-estar das nossas famílias e o progresso da nossa sociedade. No Dia do Trabalhador, as vozes das crianças ecoam num coro de gratidão e admiração, tecendo um hino fascinante àqueles que dedicam as suas vidas ao trabalho árduo e à construção de um amanhã promissor.

Qui, 2024-05-23 11:07

Numa outra época, quando disputava campeonatos de todo o terreno em motociclismo, treinava muitas vezes com um amigo de infância, agora proeminente dentista em Bragança. Perante aqueles pilotos mais espalhafatosos, que gostavam de fazer derrapar a roda, dizia-me o Tiago muitas vezes: “quanto mais espalhafato, mais se anda para o lado. E quanto mais se anda para o lado, menos se anda para a frente”.
Estas palavras vêm-me muitas vezes à ideia quando vejo algumas medidas dos nossos governos.

Qui, 2024-05-23 11:06

Quero dedicar este meu modesto artigo, a todos os “retornados”, que foram vítimas de uma “descolonização”, mal feita e feita à pressa, e em que as suas vidas, e as das suas famílias, foram altamente prejudicadas. Não quero dizer que sou (ou fui) contra a descolonização, quero dizer que houve muito tempo para a fazer muito melhor, salvaguardando as vidas e negócios dos portugueses que lá foram parar, uns porque gostaram, sobretudo da África, outros porque viram uma forma de fugir a uma vida de miséria na dita “metrópole”.

Qui, 2024-05-16 12:28

Assinaturas MDB