// Nordeste Transmontano

Caçadores continuam a contestar a nova lei das armas em vigor há um mês

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2019-11-07 14:06

A denominada “Lei das Armas e Munições”, que substitui a de 2006, entrou em vigor há pouco mais de um mês, a 22 de outubro, mas os caçadores ainda não estão convencidos dos seus benefícios, continuam descontentes e arrolam os mesmos argumentos que apresentaram aquando da discussão pública. O presidente da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses (CNCP), Castanheira Pinto, insiste que a nova lei “é muito má” e que os caçadores “pouco foram tidos em consideração, apesar do trabalho árduo feito junto da Secretaria de Estado e da Polícia”, referiu à margem do workshop ‘Alteração à Lei das Armas’, promovido pelo comando da PSP de Bragança, no passado sábado, durante a Norcaça-Norpesca e Norcastanha-