Entrevista a Paulo Reis Mourão

“Houve menos 50% de dinheiro a circular do que há um ano”

Publicado por António G. Rodrigues em Qui, 2020-08-13 14:51

Paulo Reis Mourão, investigador e docente de economia na Universidade do Minho, acredita que a pandemia retirou cerca de metade do dinheiro que habitualmente circulava pela região. As conclusões são de um estudo que tem vindo a elaborar há cerca de um ano e meio, no Índice da Economia de Trás-os-Montes (o IETI).
Mensageiro de Bragança: Como está o primeiro semestre comparativamente com o primeiro semestre do ano passado?
Paulo Reis Mourão: Se os meses de janeiro e fevereiro de 2020 até mostravam valores do IETI mais altos do que os respetivos meses de 2019 (em média, 25 pontos percentuais acima), desde março de 2020 que em termos homólogos estamos a ter valores que são inferiores 45 pontos percentuais.
 
MDB.: E o segundo trimestre deste ano comparativamente com período homólogo do ano anterior?
PRM.:
Claramente negativo. Por exemplo, abril de 2020 valeu 15% de abril de 2019. Houve uma diminuição do IETI em maio e junho de 2020 menos acentuada mas podemos dizer que houve menos 50% de dinheiro a circular na região do que há um ano.
 

(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)